O QUE É UM ÓLEO ESSENCIAL?

Descubra tudo o que precisa de saber sobre estes princípios ativos antes de os utilizar...

Um óleo essencial é um extrato líquido e aromático geralmente obtido por destilação a vapor de uma planta, que concentra os seus princípios ativos voláteis. Representa a quintessência da planta, sob a forma de um concentrado, rico numa grande variedade de substâncias ativas identificadas de forma muito precisa pela análise cromatográfica.

UMA DEFINIÇÃO... E UMA REGULAMENTAÇÃO

A AFNOR (Associação Francesa de Normalização) deu uma definição precisa e oficial do óleo essencial, que deve ser "obtido a partir de uma matéria-prima de origem vegetal, após separação da fase aquosa por processos físicos: quer por destilação a vapor, quer por processos mecânicos do epicarpo dos citrinos, quer por destilação a seco".

Definição óleos essenciais puressentiel
Destilação de óleos essenciais
COMO SE EXTRAEM OS ATIVOS?

Os dois métodos tradicionais de obtenção de um óleo essencial são a expressão a frio (para a casca dos citrinos) e a destilação a vapor, que é adequada para a maioria das plantas e consiste na circulação de vapor de água através da massa vegetal para libertar as essências contidas nas pequenas bolsas glandulares e recolhê-las, após condensação, sob a forma de óleo essencial. Nada mais que natural, o que torna possível obter um produto perfeitamente puro.

3 COISAS QUE TALVEZ NÃO SAIBA!

✓ Falamos de óleo essencial e no entanto... não contém absolutamente nenhum ácido gordo!

✓ As raspas de citrinos (laranja doce, limão, tangerina, toranja...) produzem "óleos essenciais" muitas vezes chamadas "essências", obtidos por ralar a frio as bolsas de essência polvilhadas sobre as raspas frescas. No entanto, a casca dos citrinos pode ser destilada, o que permite obter óleos essenciais quase isentos de moléculas fototóxicas.

✓ O rendimento de uma planta aromática em óleo essencial é muitas das vezes baixo, o que explica o seu preço, que depende dele. Demasiado barato, de origem desconhecida, o óleo é frequentemente "cortado"...

QUAIS SÃO AS PROPRIEDADES DOS ÓLEOS ESSENCIAIS?

Para que podem ser utilizados os óleos essenciais? Quase tudo, graças à sua formidável diversidade e à sua reconhecida eficácia...

São conhecidos mais de 10.000 componentes aromáticos diferentes dos óleos essenciais. Isto explica porque é que o seu arsenal terapêutico é extremamente variado e desenvolvido. E que os óleos essenciais podem aliviar dores de garganta, dores de estômago, problemas de pele ou urinários, distúrbios do sono ou do trânsito... e muitos outros!

Um óleo essencial, dependendo do seu componente principal, tem uma atividade "emblemática", mas apresenta também outras funções.

Propriedades dos óleos essenciais
propriétés huiles essentielles

Estas atividades são ligadas às suas múltiplas moléculas maiores ou menores (a lavanda, por exemplo, contém mais de mil!). Assim, alguns óleos essenciais são ao mesmo tempo bactericidas, viricidas, acaricidas, fungicidas e inseticidas... Por outro lado, um medicamento tradicional contém apenas uma ou duas moléculas ativas, sendo assim direcionado para uma patologia ou um sintoma bem preciso.

Podem ser misturados?
Sim, tanto mais que os óleos essenciais, que são eficazes por si só, provam ser ainda mais eficazes quando combinados em sinergia.

Utilizar as plantas e os óleos essenciais com cuidado. Antes de cada utilização, leia atentamente as informações e precauções de utilização.

Excertos do Guia "48 óleos essenciais indispensáveis para se cuidar de forma diferente" da Top Santé.

Eu aceito

Ao continuar sua visita a este site, você aceita o uso de Cookies para oferecer anúncios adaptados aos seus interesses, para obter estatísticas de navegação e para facilitar o compartilhamento de informações nas redes sociais. Para saber mais e configurar cookies, clique aqui

Este site destina-se principalmente a ser recebido em território francês, o site, seu uso, bem como todo o conteúdo disponível no site, são regidos pela lei francesa. A acessibilidade do site em qualquer outro país não pode ter o efeito de enviar a informação apresentada no site à legislação específica de cada país (CGU).