puressentiel-illustration-huile-essentielle-citronnelle-de-java

Citronela de Java

Cymbopogon winterianus

A citronela de Java (Cymbopogon winterianus), também dita « de Madagáscar » ou « da Índia », é uma planta herbácea rizomatosa vivaz originária da Indonésia.

  • Banho

  • Aplicação cutânea

  • Via oral

  • Via respiratória

Na pele, o óleo essencial de citronela de Java deve obrigatoriamente ser diluído num óleo vegetal se utilizado em grandes áreas.

NÃO UTILIZAR em mulheres grávidas ou em período de aleitamento, crianças de idade inferior a 7 anos, pessoas alérgicas a um dos componentes (citronelal, citronelol, geranial, geraniol, limoneno, neral), pessoas asmáticas sem o parecer de um alergologista, pessoas epiléticas ou com antecedentes de convulsões.

Anti-mosquitos

Repelente aéreo
Deite 20 gotas de essência de citronela num difusor para afastar os mosquitos. Utilize-o de preferência associado em partes iguais ao gerânio para maior eficácia. Vaporizar também sobre toalhas e roupa.

Repelente cutâneo
10 gotas de essência de citronela, 10 gotas de OE de gerânio, 20 gotas de OV neutro. Misture os óleos e aplique sobre as zonas do corpo expostas. Repita a operação de duas em duas horas.

Purificador do ar, maus cheiros (tabaco, etc.)
Difunda a essência de citronela no ar ou vaporize-a sobre a roupa ou toalhas.

Picada de inseto
Aplique 1 gota de essência de citronela sobre cada picada.

Reumático
5 gotas de essência de citronela, 10 gotas de OV de arnica. Aplique com uma massagem duas vezes por dia.

puressentiel-citronnelle-de-java

Pertence à família das Poáceas (gramíneas), tem longas folhas estreitas de bordos rugosos e cortantes e hastes ocas, bolbosas na base. Toma a forma de um tufo que pode ter até trinta centímetros de altura e o dobro de largura. A essência de citronela de Java podia ter por mote « a morte perfumada dos mosquitos » lembrando o que fez a célebre loção Marie-Rose, inimiga dos piolhos. A sua ação repelente é de facto impressionante. A citronela, poderoso desinfetante, é a única rival do eucalipto em matéria de salubridade do ambiente. Gregos e Romanos utilizavam uma espécie próxima que chamavam nardo indiano e que era provavelmente o Cymbopogon citratus. O seu cheiro fresco e picante entrava na composição do célebre «perfume real» dos Partas, «cúmulo de delicias e referência na matéria» segundo Plínio. Abria o apetite e favorecia a digestão. Os romanos ignoravam as suas propriedades antirreumáticas mas reconheciam as suas virtudes desinfetantes. Sabemos hoje, sempre através de Plínio, que a citronela servia de antitraças. Custava dez dinares por meio quilo no ano 75 d.C., sendo este preço módico uma indicação que o « nardo indiano » não proviria, como o nome parece indicar, da longínqua Ásia.

HERBÁRIO AROMÁTICO E RECEITAS

Todas as plantas de A para Z como usar óleos com muitas dicas e receitas.

Descobrir

Eu aceito

Ao continuar sua visita a este site, você aceita o uso de Cookies para oferecer anúncios adaptados aos seus interesses, para obter estatísticas de navegação e para facilitar o compartilhamento de informações nas redes sociais. Para saber mais e configurar cookies, clique aqui

Este site destina-se principalmente a ser recebido em território francês, o site, seu uso, bem como todo o conteúdo disponível no site, são regidos pela lei francesa. A acessibilidade do site em qualquer outro país não pode ter o efeito de enviar a informação apresentada no site à legislação específica de cada país (CGU).